11/21/2009 0

Vem

By Almi Junior

Menina, vem
Vem e abraça meu universo
com esta vastidão de lábios que tens.
Vem.
Nada mais te peço
Te entrego meu ser homem,
meu ser humano,
meus bens.
Menina, vem
Alague minhas terras
destrua meu cultivo.
Vem que um dia tudo se vai com as guerras
e em seu território serei nativo.
Vem.
Mesmo que o tempo voe nos cavalos de Cronos
me faz teu inimigo
teu amigo.
Quero que teus lábios me devorem ferozmente
docemente,
Me faz de novo teu abrigo.

Leave a Reply

Quem controla os seus versos?

Mais acessados

Ocorreu um erro neste gadget

Blogroll

About

Blogger templates

Blogger news