Archive for Junho 2013

6/27/2013 0

A avenida ali perto da sua casa

By Almi Junior


Prefiro estar
Entre o seu exagero desvairado
O seu abraço apertado
E com fome
Ali entre o seu nome
E o (seu) lugar
Que nunca sai de mim

Morada de sua voz
Ponte pra sua pele

Eu sei que o céu
Perde a atenção
Quando você acorda
E os pontos separados no universo
Se perdem

Eu viro a esquina
E a avenida imita a sua cor
Este frio
É como um beijo seu dentro do arrepio

6/21/2013 0

As ruas de junho

By Almi Junior


Nunca imaginei tal possibilidade
Limites que fogem de minha realidade
E de tudo que já vivi neste lugar

Queima como uma lágrima de ácido sulfúrico
Desbrava
Reinventa limites
Põe mais lenha na fogueira
Pr'agente lutar
Mudar o curso dos carros
Das atenções
Das coisas

Na força de uma flor perfurando o asfalto
Eles gritam cada vez mais alto
Atingem outras verdades

Nunca imaginei tais proporções
Os nossos corações
Dividindo as mesmas vontades
Tinta no rosto e nos cartazes

Eles mal sabem
Mas já nascemos capazes

6/07/2013 0

Observação

By Almi Junior


minha armadura na sua garagem.
eu quis parar
mas o sabor dos seus olhares
nos muros de todos os lugares
carimbaram no tempo.
encardiram o meu destino.

minha locomoção
perdeu rumo.
eu, ali, menino
sem alento.

mas um sorriso vem vestir meu rosto.
a noite vira um vestido seu.

6/03/2013 0

Imaginação

By Almi Junior


O som do chuveiro
Na sua pele morena
Faz sinfonia
Com os outros sons
E silêncios da casa
O lugar inteiro
É tomado por uma paz
Serena
Em imensa harmonia
Com os sentimentos bons
Que escapam da sua asa

O seu pé pequeno
Embaça o piso
E eu me vejo vidro
Embaçado frente a sua pele
Quente

Você sorri
Amarra o cabelo
Coloca a presilha perto do espelho
E eu escuto Flake no meu imaginário
Mas tudo não passa de loucura poética

Mais acessados

Ocorreu um erro neste gadget

Blogroll

About

Blogger templates

Blogger news