7/25/2014 1

Estava lá

By Almi Junior


Sempre penso
Que meus pais esperavam qualquer coisa
Menos 
Gerar um poeta

Espinho
Que sangra ao tocar em flores

Dei muito trabalho a eles
Acordados durante a noite
Tentando me acalmar
"Calma filho
Não tem nenhum poema debaixo da sua cama"

Mas tinha
E tem

Debaixo da cama dentro do armário dentro das gavetas dos bolsos no quintal de noite derrubando as panelas abrindo a torneira da pia do banheiro jogando pedrinhas na minha janela me chamando pra sair puxando o meu pé 

Um dia eu sai
E nunca mais voltei

Nunca saberei se foi um sonho. Ou se ainda é.

One Response to “Estava lá”

  1. Anônimo says:

    Que bonito. E quanta profundesa em um poema só. Obrigado.

Leave a Reply

Quem controla os seus versos?

Mais acessados

Ocorreu um erro neste gadget

Blogroll

About

Blogger templates

Blogger news