7/21/2011 0

Seu incômodo

By Almi Junior

Sinto golpear-me o sossego
E nas noites de sono
Não há sono algum

Sinto desencontrar-me em desejo
No embaralhar dos beijos
Fico feito cego solto
A esmo

Permaneço mudo

Só o ruído daquele rádio,
Aquele em cima da pia,
Sobressai o barulho do teu olhar
Dentro da minha cabeça

E mesmo que anoiteça
Sei que não vai adiantar

Mais alto
É o teu riso em mar
É o teu som em mim
Tirando-me as noites de sono
A dor de cabeça
A raiva
A vontade de dormir

Leave a Reply

Quem controla os seus versos?

Mais acessados

Ocorreu um erro neste gadget

Blogroll

About

Blogger templates

Blogger news