6/07/2013 0

Observação

By Almi Junior


minha armadura na sua garagem.
eu quis parar
mas o sabor dos seus olhares
nos muros de todos os lugares
carimbaram no tempo.
encardiram o meu destino.

minha locomoção
perdeu rumo.
eu, ali, menino
sem alento.

mas um sorriso vem vestir meu rosto.
a noite vira um vestido seu.

Leave a Reply

Quem controla os seus versos?

Mais acessados

Ocorreu um erro neste gadget

Blogroll

About

Blogger templates

Blogger news