4/22/2013 1

De quando encontro o seu encontro de outro dia

By Almi Junior


Eu costumo te encontrar
Em algum poema novo
Em algum jeito de caminhar
Em um problema que não resolvo
Nem tem solução

Eu te encontro

Quando ouço falar de pedras recostadas no muro
E de flores que só florescem uma vez por ano
Essas coisas que não se ligam na realidade
Mas constroem pontes de sua lembrança

Esse é o desengano prático da sua projeção
Achar-te até onde não é lugar de achar
Quando um espaço inteiro se apodera de sua imagem
Como uma rua congelada no tempo

Os mesmos carros
As mesmas sandálias na barraquinha perto do poste
A mesma falha na calçada
A mesma rua

Eu dobro a esquina
E esbarro numa lembrança sua

One Response to “De quando encontro o seu encontro de outro dia”

  1. Simplesmente lindo de ler e com todas as possibilidades de se fechar os olhos e sentir.

    Beijos.

Leave a Reply

Quem controla os seus versos?

Mais acessados

Ocorreu um erro neste gadget

Blogroll

About

Blogger templates

Blogger news