1/08/2012 1

Não cabe (ou Diante você)

By Almi Junior



Nesses seus olhos
Não há como encontrar paz
São duas imensidões de desejos
Já não posso voltar atrás

Depois que em seus olhos me vejo
Meu corpo não me responde mais
Petrifico
Diante sua mão tão pequena
Em meu rosto
E fico
Como se não houvesse maior problema
Do que satisfazer seu gosto

Não existe calma nesse seu chamar
São duas bocas
Brigando por um espaço tão curto
Que não cabe falar
Muito menos respirar

É a minha pele
E a sua
Brigando por um espaço tão curto
Que não cabe esperar

One Response to “Não cabe (ou Diante você)”

  1. Que lindo, adorei o poema.
    Seguindo aqui.

    http://iasmincruz.blogspot.com/

Leave a Reply

Quem controla os seus versos?

Mais acessados

Ocorreu um erro neste gadget

Blogroll

About

Blogger templates

Blogger news